Quais as diferenças entre Gás GLP e Gás Natural para o uso na Gastronomia?

Home » Quais as diferenças entre Gás GLP e Gás Natural para o uso na Gastronomia? » Sem categoria » Quais as diferenças entre Gás GLP e Gás Natural para o uso na Gastronomia?

Blog Ormimaq – 20/09/2017

Todo mundo conhece o Gás GLP, o famoso gás de cozinha que compramos em botijões de 13 quilos ou em cilindros de 45 quilos para uso nos fogões de nossas residências, correto?

downloadglp

E, embora menos famoso, já ouvimos falar também do Gás Natural, seja em situações como para o abastecimento veicular ou aquecimento residencial de água, seja no noticiário sobre a sua rede de fornecimento da Bolívia para o Brasil.

gasnatural

Mas quais seriam as características desses gases e quais suas semelhanças e diferenças?

Ambos os gases são hidrocarbonetos encontrados na composição do petróleo. Hidrocarbonetos são moléculas constituídas de um “esqueleto” de átomos de carbono no qual os átomos de hidrogênio se ligam. Os hidrocarbonetos serão diferenciados basicamente pelo número de carbonos contidos na sua cadeia principal.

butano

A diferença entre o Gás GLP e o Gás Natural consiste nos tipos de hidrocarbonetos que os constituem. O Gás Natural é composto 88% pelo gás metano (hidrocarboneto com 1 carbono) enquanto o Gás GLP é formado majoritariamente pelos gases propano e butano (hidrocarbonetos com 3 e 4 carbonos respectivamente).

Como a molécula do Gás Natural é mais leve (pois possui apenas 1 carbono) isso explica porque o Gás Natural somente é fornecido por encanamento e nunca é comercializado em botijões ou cilindros. Se fôssemos encher um botijão de 13 quilos com Gás Natural à mesma pressão, seria possível abastecer o botijão com somente 1 quilo! Um botijão de Gás Natural teria muito pouca duração e por isso ele é fornecido apenas encanado.

Por outro lado, como o Gás GLP é mais pesado, ele se torna líquido mais facilmente a partir do petróleo. Isso explica seu nome: Gás Liquefeito do Petróleo. No caso de vazamento, o Gás GLP tem a tendência de se acumular próximo ao chão (mais pesado) enquanto o Gás Natural tem a tendência de subir e se dissipar (mais leve).

Para o uso na gastronomia e cocção, ambos os gases podem ser empregados nos mais diversos tipos de equipamentos: fogões, fornos, carros térmicos, etc. Os lojistas e consumidores, entretanto, devem estar atentos pois os equipamentos são produzidos para um tipo específico de gás.

downloadcoc

Os equipamentos de cocção movidos a Gás Natural precisam de bicos injetores com orifícios maiores do que os de equipamentos a Gás GLP. O Gás Natural é mais leve e precisa ser injetado em quantidade maior para produzir a mesma chama do Gás GLP. Um equipamento destinado para uso em um tipo de gás não funcionará quando ligado ao outro tipo de gás.

Por isso deve haver muita atenção dos profissionais de gastronomia na aquisição de equipamentos novos ou na eventual mudança de um local de instalação para outro. Eventualmente a aquisição ou mudança podem ser efetuadas de forma equivocada ocasionando transtornos e necessidade de adaptação.

68dbd85d1fdd97b

O custo, um tema muito relevante, é o outro grande fator que diferencia o Gás Natural e o Gás GLP, sendo este último mais caro. Para um consumidor de perfil comercial, o custo do Gás Natural chega a ser 25% mais barato do que o GLP para o mesmo poder calorífico.

Entretanto há de se lembrar que a disponibilidade do Gás Natural para consumo está sujeita à disponibilidade de rede de canalização na região. Em Belo Horizonte, a companhia de distribuição de Gás Natural concentra suas atividades nos bairros da região Centro-Sul, Buritis e Betânia, além do bairro Vila da Serra em Nova Lima.